Em comunicado, arquidiocese lamenta recusa de Russomanno de participar de colóquio

Do UOL, em São Paulo

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (19), a Arquidiocese de São Paulo lamentou a recusa do candidato do PRB  à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, de participar de colóquio entre os candidatos ao pleito da capital paulista que será promovido pela entidade religiosa nesta quinta-feira (20) em colégio na zona leste da capital paulista. Na tarde desta quarta, o candidato afirmou que sua participação no evento estava nas mãos de dom Odilo Scherer.

No documento, é dito que a arquidiocese "lamenta profundamente o fato de o candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo ter condicionado sua participação no colóquio à concessão de audiência prévia a ele pelo Arcebispo de São Paulo, conforme pedido apresentado pela Coordenação da sua Campanha no final da tarde de terça-feira".

"A solicitação da audiência para o candidato do PRB, para tratar de assunto específico, está sendo analisada e poderá ser atendida em momento oportuno", fecha o comunicado.

A campanha do PRB e seus aliados trabalham para reduzir os danos da ofensiva deflagrada pela arquidiocese contra a Iurd (Igreja Universal do Reino de Deus) e a candidatura de Russomanno.

No último domingo (16), dom Odilo orientou os padres de cerca de 300 paróquias a ler na missa um texto sobre "voto consciente", com críticas veladas à candidatura do líder da corrida eleitoral.

A leitura foi resposta a um artigo do presidente do PRB e coordenador da campanha de Russomanno, Marcos Pereira, que ligava a Igreja Católica à distribuição de cartilha anti-homofobia, batizado por evangélicos de "kit gay", elaborado pelo Ministério da Educação na gestão de Fernando Haddad, hoje candidato do PT à prefeitura.

O texto de Pereira, bispo licenciado da Igreja Universal, foi publicado em maio de 2011, mas voltou a circular recentemente nas redes sociais.

 

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos