Informações sobre o álbums
  • editoria:
  • galeria:
  • link: http://eleicoes.uol.com.br/2014/album/2014/10/06/politica-em-familia-parentes-de-politicos-se-elegem-ou-nao-em-2014.htm
  • totalImagens: 41
  • fotoInicial: 9
  • imagePath:
  • baixaResolucao: 0
  • ordem: ASC
  • legendaPos:
  • timestamp: 20141006024600
    • Eleições 2014 [64974]; Política [28132];
Fotos

Tião Viana (PT) foi reeleito governador do Acre no segundo turno. Ele já foi senador e presidente do Senado Federal, em 2007, é irmão do senador Jorge Viana. O parlamentar foi prefeito de Rio Branco, capital do Acre, entre 1993 e 1997, e chefe do Executivo estadual de 1999 a 2007 Arte UOL Mais

O senador Fernando Collor de Mello, reeleito senador por Alagoas com 689.266 votos, é filho de Arnon Affonso Farias Mello e Leda Collor, que por sua vez é filha do gaúcho Lindolfo Collor, um dos líderes da Revolução de 1930. O pai de Collor foi deputado estadual, governador de Alagoas e senador. Um dos filhos de Collor, Fernando James, já foi vereador de Rio Largo (AL). O sobrinho de Collor, Fernando Lyra, filho de Pedro Collor, foi candidato a vice-prefeito de Atalaia (AL). O atual ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello é primo de Fernando Collor de Mello Arte UOL Mais

Dos sete irmãos do senador Renan Calheiros, atual presidente do Senado Federal, três também enveredaram pela política, mas só o ex-deputado federal Olavo Calheiros concorreu em 2014 -- ele foi eleito deputado estadual em Alagoas com 38.288 votos. O filho do parlamentar, Renan Calheiros Filho, é deputado federal, ex-prefeito de Murici e agora foi eleito governador de Alagoas com 670.310 votos Arte UOL Mais

O caçula do clã, Ivo Gomes, ex-prefeito de Sobral, foi reeleito deputado estadual com 73.055 votos. Os três irmãos -- Ciro, Cid e Ivo -- deixaram o PSB para ingressar no recém-criado Pros (Partido Republicano da Ordem Social). O irmão mais velho do trio, Ciro, já foi deputado federal, ministro da Integração Nacional e da Fazenda, governador do Ceará e prefeito de Fortaleza (CE). O irmão do meio, Cid Gomes, era o atual governador do Estado Arte UOL Mais

O clã Roriz lançou vários candidatos para as eleições deste ano no Distrito Federal, mas elegeu só um. A mulher dele, Weslian Roriz, concorria como suplente do senador Gim Argello (PTB-DF), mas eles não se elegeram. Jaqueline Roriz, filha mais velha do casal, concorria à reeleição como deputada federal, mas renunciou à candidatura. Liliane, a caçula, foi reeleita deputada distrital com 16.745 votos. Joaquim Roriz Neto, filho de Jaqueline, concorria a deputado federal, mas não foi eleito. Também não se elegeram os sobrinhos Michael (candidato a deputado federal), Paulo e Dedé Roriz (candidatos a deputado distrital) Arte UOL Mais

Lobão Filho, que concorria a governador (MA) pelo PMDB, perdeu a disputa para Flavio Dino (PCdoB). O candidato é filho do ministro Edison Lobão (Minas e Energia). Aliado da família Sarney, Edison Lobão foi deputado federal pela Arena durante a ditadura militar, senador e governador (1991-1994). A mãe de Lobão Filho, Nice Lobão, é deputada federal pelo Estado Arte UOL Mais

Sarney Filho, que é ex-ministro e deputado federal, foi reeleito ao cargo pelo Maranhão com 91.669 votos. Outro eleito foi Adriano Sarney, filho do ex-ministro: ele teve 48.463 votos para deputado estadual. O clã Sarney ainda tem forte influência sobre a política no Maranhão. Seu chefe é o senador José Sarney, ex-presidente do Brasil e ex-governador. Outra filha dele que ingressou na política é Roseana Sarney, atual governadora maranhense, que anunciou em 2014 que, como o pai, não disputará mais eleições Arte UOL Mais

O senador Aécio Neves, que disputava o segundo turno para a Presidência da República pelo PSDB, perdeu para Dilma Rousseff (PT). Ele herdou do avô Tancredo Neves a vocação política. Tancredo, um dos moderados do PMDB, teve papel crucial para a redemocratização do Brasil, sendo primeiro presidente civil eleito após duas décadas de ditadura militar. Aécio também é primo do senador Francisco Dornelles (PP-RJ) Arte UOL Mais

Josué Gomes da Silva (PMDB-MG), filho do ex-vice-presidente do Brasil no governo Lula, José Alencar (PL-MG), tentava uma vaga no Senado nas eleições de 2014, teve 3.614.720 votos, mas perdeu a disputa para Antonio Anastasia (PSDB). Silva, no entanto, concorre pelo PMDB Arte UOL Mais

A ex-mulher do senador Jader Barbalho, Elcione Barbalho, foi reeleita deputada federal com 87.632 votos. Helder Barbalho, seu filho, vice-presidente do PMDB no Pará e ex-prefeito de Ananindeua (PA), perdeu a disputa no segundo turno para governador. O irmão de Jader, Joércio Barbalho, concorria a deputado estadual, mas não foi eleito. O clã político começou no Pará com o ex-deputado federal Laércio Wilson Barbalho (1918-2004), pai de Jader Arte UOL Mais

Beto Richa, governador do Paraná, foi reeleito ao cargo pelo PSDB com 3.301.322 votos. Seu filho, Marcello Richa, é secretário de Esportes do Estado e ocupa a presidência nacional da juventude do PSDB. O primo de Beto, Gustavo Richa, concorria nestas eleições a deputado estadual, mas perdeu. A tradição política começou com José Richa --ele foi governador do Estado e deputado federal Arte UOL Mais

O atual presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, faz parte da uma das famílias mais influentes na política potiguar, porém perdeu a disputa pelo governo do Rio Grande do Norte no segundo turno. Ele é filho de Aluízio Alves, ex-deputado federal, governador e ministro. O irmão de Aluízio, Agnelo Alves, já foi prefeito de Natal, é pai de Carlos Eduardo Alves -- foi reeleito deputado estadual. Ele, por sua vez, é primo do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, que é filho do senador Garibaldi Alves. Filho do senador, Walter Alves, deputado estadual, se elegeu agora deputado federal com 191.064 votos. Por último, Felipe Alves, vereador de Natal, é sobrinho de Garibaldi Alves Filho Arte UOL Mais

O filho de José Agripino Maia, Felipe Maia, foi reeleito deputado federal com 113.772 votos. Agripino Maia, presidente do DEM, é filho do ex-governador do Estado Tarcísio Maia e sobrinho de João Agripino Filho, que foi governador da Paraíba entre 1966 e 1971. Agripino Maia também é primo de Cesar Maia, ex-prefeito do Rio de Janeiro que perdeu a disputa pelo Senado pelo Estado. Já Lavoisier Maia é pai de Márcia Maia (PSB), reeleita deputada estadual Arte UOL Mais

Rodrigo Maia (DEM-RJ), filho do ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia (DEM-RJ), foi reeleito deputado federal com 53.167 votos. Cesar Maia, primo do senador José Agripino Maia, se candidatou ao Senado pelo DEM, mas perdeu a disputa para Romário (PSB) Arte UOL Mais

A família Garotinho possui forte influência na política do município de Campos dos Goytacazes (RJ), cidade natal do deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ), que perdeu a disputa pelo governo do Estado, ficando apenas em 3º lugar. Sua mulher, Rosinha Garotinho, também foi eleita governadora do Rio de Janeiro e agora é chefe do Executivo em Campos dos Goytacazes. A filha do casal, Clarissa Garotinho, se elegeu deputada estadual e agora foi eleita deputada federal com 335.061 votos Arte UOL Mais

Brizola Neto, ex-ministro do Trabalho e Emprego, não foi eleito deputado federal (PDT-RJ). Irmã gêmea de Brizola Neto, Juliana Brizola também disputava a reeleição a deputada estadual (PDT-RS), mas não conseguiu se eleger. Já Leonel Brizola Neto continua como vereador e não concorreu em 2014. Os três são netos do ex-governador do Rio de Janeiro Leonel Brizola. Concorria também Alberto Brizola, primo do ex-governador, como deputado federal (PDT-RJ), mas ele não foi eleito Arte UOL Mais

Christopher Goulart é neto do ex-presidente João Goulart, que foi deposto pelo golpe militar de 1964. Ele é vereador de Porto Alegre e concorria como primeiro suplente ao Senado na chapa com Lasier Martins (PDT-RS), que venceu a disputa Arte UOL Mais

Luciana Genro, filha do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, era candidata à Presidência pelo PSOL, mas perdeu a disputa. Tarso concorria à reeleição ao governo gaúcho, mas perdeu para José Ivo Sartori (PMDB) Arte UOL Mais

Paulo Bornhausen, filho do ex-governador de Santa Catarina, Jorge Bornhausen, seguiu a tradição familiar. O ex-deputado federal recentemente trocou o PSD pelo PSB e concorria como senador pelo Estado, mas não consegiu se eleger. O patriarca da família, Adolfo Konder, foi governador do Estado (entre 1926 e 1930), assim como seu neto Antônio Carlos Konder Reis. Ele foi sucedido pelo primo Jorge Bornhausen, que, por sua vez, é filho de Irineu Bornhausen, que também foi governador Arte UOL Mais

João Amin, filho do deputado federal Esperidião Amin (PP-SC) com Ângela Amin, também deputada federal pelo PP-SC, foi eleito a deputado estadual pelo Estado com 34.666 votos. Esperidião foi reeleito deputado federal com 229.668 votos Arte UOL Mais

O deputado federal Valadares Filho, reeleito com 68.199 votos, é filho do senador Antônio Carlos Valadares, que governou Sergipe entre 1987 e 1991 Arte UOL Mais

Bruno Covas, neto do ex-governador de São Paulo, Mário Covas, foi reeleito deputado federal com 352.708 votos. O filho do ex-governador e tio de Bruno, Mário Covas Neto, é vereador de São Paulo Arte UOL Mais

Pedro Cunha Lima, filho do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), foi eleito deputado federal com a maior votação no Estado (179.866 votos). Cássio, que perdeu a disputa pelo governo do Estado, herdou a carreira política do pai, Ronaldo Cunha Lima. O sobrinho neto de Ronaldo, Bruno Cunha Lima, foi eleito deputado estadual com 34.054 votos Arte UOL Mais

Ex-governador de Roraima, Neudo Campos teve a candidatura negada pela Justiça Eleitoral com base na Lei da Ficha Limpa. Ele renunciou à disputa e indicou em seu lugar a mulher, Suely Campos (PP-RR). Ela acabou eleita, derrotando Chico Rodrigues (PSB), atual governador, no segundo turno. Além dela, o filho do casal, Eduardo Campos, conorria a deputado federal pelo mesmo partido, mas não foi eleito Arte UOL Mais

O ex-governador José Roberto Arruda concorria novamente ao cargo executivo no Distrito Federal, mas foi barrado pelo Lei da Ficha Limpa e renunciou à candidatura. Jofran Frejat (PR), que era seu vice, passou a ser o candidato a governador, mas perdeu. A mulher do ficha-suja, Flávia Arruda (PR-DF), era a vice na candidatura Arte UOL Mais

O deputado estadual José Riva teve a candidatura a governador do Mato Grosso impedida pela Lei da Ficha Limpa. Em seu lugar, concorreu sua mulher, Janete Riva, que ficou apenas em 3º na disputa. A filha do casal, Janaína Riva, fundadora da Juventude do PSC no Mato Grosso, foi eleita deputada estadual com a segunda maior votação em Mato Grosso (48.171 votos) Arte UOL Mais

O ex-ministro José Dirceu, condenado pela participação no mensalão petista, tem um sucessor político: seu filho, Zeca Dirceu, que foi reeleito deputado federal pelo PT do Paraná com 155.583 votos Arte UOL Mais

O deputado estadual Rodrigo Jucá concorria no segundo turno como vice-governador de Roraima na chapa com Chico Rodrigues (PSB), mas eles perderam a eleição para Suely Campos (PP). Ele é filho do senador Romero Jucá com Teresa Surita (PMDB-RR), ex-prefeita de Boa Vista. Romero Jucá foi eleito senador por Roraima pela primeira vez em 1994, mas pelo PSDB, e foi ministro da Previdência Social em 2005. Em 2011, assumiu pela terceira vez consecutiva o mandato de senador Arte UOL Mais

A vereadora do Rio de Janeiro Cristiane Brasil Francisco é filha do ex-deputado federal Roberto Jefferson, delator do mensalão petista. Em 2014, foi eleita deputada federal pelo Estado com 81.817 votos. Roberto Jefferson Monteiro Francisco é neto de um dos fundadores do PTB, Ibrahim ''Buzico'' Francisco, que foi vereador pela legenda, e filho de Roberto Francisco, militante do partido e também ex-vereador Arte UOL Mais

A senadora do PSD Kátia Abreu, conhecida por ser principal líder da bancada ruralista no Congresso, tem como sucessor político seu filho, Irajá Abreu (ele usa o sobrenome da mãe nas urnas; o original é Silvestre Filho). Ela se reelegeu para o cargo legislativo pelo Tocantins. O filho também se reelegeu deputado federal também pelo Estado Arte UOL Mais

O senador Rodrigo Rollemberg foi eleito governador do Distrito Federal em segundo turno. Ele é um dos 14 filhos de Armando Leite Rollemberg, ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça e ex-deputado pelo PSB. Rodrigo Rollemberg foi deputado distrital, secretário de Turismo, secretário de Inclusão Social do Ministério de Ciência e Tecnologia no governo Lula e deputado federal Arte UOL Mais

Artur Bisneto segue os passos do pai, Artur Virgílio Neto, atual prefeito de Manaus (ele também já foi deputado federal e senador pelo Amazonas). Artur Bisneto é deputado estadual e agora foi eleito deputado federal com 250.916 votos. A tradição política começou com Arthur Virgílio Filho, deputado estadual, deputado federal e senador, cargos que ocupou entre os anos de 1947 e 1969 Arte UOL Mais

Presidente nacional do PRTB, Levy Fidelix não conseguiu prosseguir na disputa pela Presidência da República -- ele teve apenas 446.878 votos. Sua filha, Livia Fidelix, não conseguiu se eleger deputada estadual pelo mesmo partido, conseguiu só 11.681 votos Arte UOL Mais

O deputado federal Jair Bolsonaro, foi reeleito deputado federal com a maior votação no Rio de Janeiro (464.572 votos). Ele tem dois filhos na política: Flávio Bolsonaro, deputado estadual no Rio de Janeiro e que também foi reeleito, e Eduardo Bolsonaro, policial federal eleito deputado estadual em São Paulo Arte UOL Mais

Marco Antônio Cabral (PMDB), filho do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, não conseguiu se eleger deputado federal pelo Estado, apesar dos 119.584 votos Arte UOL Mais

No Paraná, Fernando Francischini (SD), conhecido como ''delegado Francischini'', foi reeleito deputado federal com 159.569 votos. O filho dele, Felipe Francischini, foi eleito deputado estadual pelo mesmo partido com 35.842 Arte UOL Mais

Roberto Requião (PMDB) concorreu ao governo do Paraná, mas perdeu a disputa para o atual governador, Beto Richa (PSDB), que se reelegeu. Mas a tradição política da família seguirá, com Requião Filho (PMDB) eleito deputado estadual com 50.167 votos Arte UOL Mais

José Guimarães (PT), irmão do ex-presidente do partido José Genoino, foi eleito deputado federal pelo Ceará com 209.032 votos Arte UOL Mais

O deputado Fabio Faria (PSD) foi reeleito deputado federal por Rio Grande do Norte com 166.427 votos. Ele é filho de Robinson Faria, atual vice-governador do Estado e que concorre ao cargo principal. Ele vai disputar o governo potiguar no segundo turno com Henrique Alves (PMDB) Arte UOL Mais

Marinha Raupp (PMDB) foi reeleita deputada federal por Rondônia com a maior votação do Estado (61.419 votos). Ela é casada com o senador Valdir Raupp (PMDB). Já o irmão de Valdir, Ademar Raupp, que concorria a deputado estadual, não foi eleito Arte UOL Mais

As primas e ''rivais'' políticas Fafá Rosado (PMDB) e Sandra Rosado (PSB) concorriam para deputada federal, mas não foram eleitas. Elas são do clã político Rosado, que teve início com Dix-sept Rosado (1911-1951), que governou o Rio Grande do Norte. A atual governadora do Estado é Rosalba Ciarlini Rosado, casada com o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado, filho do ex-governador potiguar. O neto de Dix-sept, Betinho Rosado Segundo, foi eleito deputado federal com 64.445 votos Arte UOL Mais

Política em família: parentes de políticos se elegem (ou não) em 2014

UOL Cursos Online

Todos os cursos