04/10/2010 - 07h00

Novo Senado terá PT e PMDB maiores e encolhimento de PSDB e DEM

Do UOL Eleições
Em São Paulo

A série de discursos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra seus adversários no Senado parece ter surtido efeito, já que os oposicionistas minguaram na Casa após as eleições deste domingo (3). Os maiores beneficiários foram PT e PMDB, que avançaram às custas de cabeças premiadas do PSDB e do DEM.

O maior avanço está entre os petistas, que eram oito no Senado e passarão a ser pelo menos 13 a partir do ano que vem. Os peemedebistas, maior bancada da Casa até agora, com 17 parlamentares, somarão outros dois a partir de 2011 – embora no partido nem todos sejam aliados de Lula e da presidenciável Dilma Rousseff.

"Figurões" sofrem derrotas para o Senado

Mais siglas do governismo também cresceram: o PSB saltou de dois para quatro senadores e o PCdoB avançou de um para dois membros na Casa. Já o PDT encolheu de seis para quatro parlamentares e o PRB perdeu um de seus dois senadores. O PR manteve seus quatro representantes.

A maior perda no Senado foi no DEM, que despencou de 13 para sete senadores. O PSDB, do presidenciável José Serra, viu sua presença na Casa diminuir de 16 para 11 parlamentares. O PSC, também aliado do tucano, manteve uma cadeira. PPS e PMN conquistaram um assento.

O PV, da candidata derrotada à Presidência Marina Silva, perdeu sua única cadeira na Casa, ocupada por ela própria. O PSOL, do presidenciável Plínio de Arruda Sampaio, pode ficar com duas vagas no Senado, se o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) mantiver a impugnação de registros de candidatura no Pará.

Na bancada não-alinhada, o maior avanço foi do PP, que tinha apenas um senador e terá cinco a partir do ano que vem. O PTB, que abandonou a candidatura de Serra nas últimas semanas, tinha sete membros na Casa e ficará com seis em 2011.

Ainda há questionamentos judiciais sobre candidaturas ao Senado, por conta da lei ficha-limpa. Eles podem alterar o tamanho de bancadas na Casa, mas o PMDB, haja o que houver, terá a maior delas na próxima legislatura. A tradição dos senadores dá a presidência ao partido com mais representantes.

Sites relacionados

Siga UOL Eleições

Hospedagem: UOL Host