UOL EleiçõesUOL Eleições

21/08/2006 - 16h34

No Ibope, Rigotto tem 28% e Olívio, 21%; Heloísa dobra votação no RS

Da Redação
Em São Paulo
O governador Germano Rigotto (PMDB), que tenta a reeleição, lidera a disputa no Rio Grande do Sul com 28% das intenções de voto, diz a mais recente pesquisa Ibope realizada no Estado. O índice representa sete pontos percentuais a mais do que o segundo colocado, Olívio Dutra (PT), com 21%.

Em terceiro lugar está a candidata Yeda Crusius (PSDB), com 15%, distanciando-se de Alceu Collares (PDT), com 8%. A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 17 de agosto, com 1.008 entrevistados. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Em relação ao levantamento anterior, feito entre os dias 19 e 22 de junho, Rigotto oscilou dois pontos para cima. Na época, o Ibope registrou 26% para o governador-candidato, mesma marca de Olívio, que, em relação à pesquisa anterior, registra agora uma queda de 5 pontos percentuais.

Yeda sobe 4 pontos no novo levantamento. Na pesquisa de junho, ela estava com 11%, tecnicamente empatada com Collares. Dois outros candidatos mantiveram em agosto o mesmo índice coletado em junho: 8% para Alceu Collares (PDT) e 3% para Francisco Turra (PP).

Roberto Robaina (PSOL) é citado por 1% dos eleitores gaúchos. No levantamento anterior, ele ficou abaixo desse índice. Os demais cinco candidatos não atingiram 1% das intenções de voto. São eles Beto Grill (PSB), Edison Pereira de Souza (PV), Guilherme Giordano (PCO) e Pedro Couto (PSDC). Votos brancos e nulos totalizam 10%; não sabem ou não opinaram são 14%.

Corrida presidencial
O Ibope também ouviu os eleitores sobre a disputa ao Palácio do Planalto. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 34%, contra 29% de Geraldo Alckmin (PSDB). Os índices revelam queda de Lula no Estado. Na pesquisa anterior, ele anotava 39%, contra 26% de Alckmin, que cresceu 5 pontos.

Heloísa Helena (PSOL) agora atinge 16% das intenções de voto no Estado, o dobro em relação ao estudo de junho, quando a candidata do PSOL alcançava 8%. Trata-se da maior variação entre os presidenciáveis.

Os números para o governo gaúcho e para a corrida presidencial foram obtidos em pesquisa estimulada. O levantamento foi realizado pelo Instituto Ibope para a RBS, emissora afiliada à Rede Globo, que divulgou a pesquisa em seus veículos. O TRE registra a pesquisa com o número 044386/06.