Marta diz no Twitter que não se "turbina candidatura com constrangimento"

Mário Rossit
Do UOL, em São Paulo

  • Wilson Dias/ABr

    Senadora Marta Suplicy (SP) discursa no Senado; ela será pressionada a entrar na campanha de Haddad

    Senadora Marta Suplicy (SP) discursa no Senado; ela será pressionada a entrar na campanha de Haddad

A senadora Marta Suplicy (PT-SP) afirmou, por meio de seu perfil no Twitter, que o maior desafio do PT paulista no momento é a “costura do mais amplo leque de forças que seja capaz de derrotar o PSDB em São Paulo”.  “Não se turbina uma candidatura com desespero, pressões e constrangimento”, postou  a petista nesta quarta-feira (28).

O PT tem enfrentado para emplacar o nome do ex-ministro Fernando Haddad como candidato a prefeito na capital paulistana.  Em pesquisa do Datafolha, Haddad aparece com 3% das intenções de voto, muito atrás de José Serra (30%) e Celso Russomanno (PRB) (19%).

Segundo a coluna Painel, da Folha de S.Paulo, Marta será pressionada no sábado (31), durante reunião do conselho político do candidato petista, a entrar na campanha de Haddad como forma de substituir o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que se recupera de um câncer.

Marta disse ainda pelo Twitter que "a tese de qualquer candidato do PT tem assegurado 30% do eleitorado, não é totalmente verdadeira". A senadora era tida como a candidata natural do partido à Prefeitura de São Paulo. Deixou a disputa depois de um pedido da presidente Dilma Rousseff, que atendeu a uma solicitação de Lula, que entende que Haddad seria um candidato mais forte.

 

Antes de deixar a corrida eleitoral em São Paulo , a senadora aparecia em pesquisa Datafolha na liderança da disputa, com até 31% das intenções de voto, dependendo do cenário.

Fogo amigo

Haddad deverá definir sábado (7) quem será o seu coordenador de campanha. O deputado Ricardo Berzoini (PT) desistiu da indicação depois de ser alvo de fogo amigo. O presidente do PT, Rui Falcão, chegou a repreender militantes, durante encontro sábado (24), que teria vazado para a imprensa a disputa interna do partido. O presidente municipal do partido, Antonio Donato, já está definido como um dos coordenadores.

 



Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos